Notícias

Nova série de escavadeiras hidráulicas ganha robustez e produtividade

O mercado de construção, não diferente dos demais, demanda produtos mais duráveis e com maior produtividade. Esta é a proposta da CASE com as novas escavadeiras hidráulicas Série C produzidas no Brasil, de acordo com o gerente de Marketing para a América Latina, Carlos França. 


Toda a série de escavadeiras ganhou lanças, braços e opções de caçambas heavy duty, para serviços pesados, que asseguram maior durabilidade desses implementos. O sistema hidráulico foi otimizado proporcionando melhor distribuição da vazão das bombas nos movimentos combinados

A tubulação, por sua vez, foi redimensionada para evitar o máximo de perdas de carga, aquecimento do óleo hidráulico e carga desnecessária ao sistema, o que resultaria em maior consumo de combustível.

As escavadeiras são equipadas com motores eletrônicos com certificação Tier III. Possuem rotação ligeiramente reduzida, também passaram por ajustes para melhor adaptação a cada condição operacional e ambiental. O sistema de injeção é menos sensível a combustível com alto teor de enxofre, possibilitando assim maior vida útil dos componentes. 

Entre as inovações dos motores estão um novo regulador eletrônico que proporciona aumentos de potência correspondentes à exigência hidráulica. O torque e a rotação estão em sintonia com as oscilações de carga, reduzindo ligeiramente a rotação nos movimentos que não demandam potência, como abaixamento e fechamento do braço em vazio e aumentando o torque quando altas cargas são impostas. 
Novas funções hidráulicas e no próprio motor, por exemplo, o sistema Shut Down programável, que desliga o motor se nenhum atuador for utilizado durante 3 minutos, também contribuíram para diminuir o consumo de combustível. 


Esta função foi adicionada à função Auto Idle, que reduz a rotação do motor para marcha lenta quando não utilizado nenhum atuador durante cinco segundos. Já a função calibre ECO exibe em tempo real, em uma escala de dez, as fases do nível de economia de energia, permitindo que o operador monitore constantemente o consumo. 
“Todos estes ajustes asseguraram uma redução no consumo de combustível de 14% em média em relação à série anterior que já era considerada uma das de menor consumo do mercado”, garante ele. 

Controle e conforto 
A cabine das escavadeiras CASE Serie C é mais espaçosa que os modelos anteriores e os componentes internos foram reposicionados para proporcionar aumento de espaço para os pés (40 mm a partir do banco). Já os níveis de ruído foram reduzidos a padrões semelhantes aos padrões automotivos, em torno de 70 dBa. 
Para melhor controle das operações, todas as informações estão disponibilizadas no monitor de LED com tela de 7’’. A tela também pode ser dividida entre duas opções de câmera (visão traseira ou lateral). 

Modelos atendem desde aplicações mais leves à mineração: 
CX130C - O modelo tem peso operacional 12.900 kg ou 13.500 kg (na versão com lâmina) e motor de 95 HP. Está entre as principais aplicações a abertura de valas em banhados, construção de pequenas barragens para irrigação, abertura de valas para redes de esgoto e carregamentos de caminhões. 
Disponibilizada também uma versão com lâmina de 2.590 mm, que aumenta sua versatilidade e é muito utilizado no agronegócio, em aplicações de nivelamento de terreno e preenchimento de valas. 
Suas dimensões proporcionam também uma excelente vantagem para o mercado de locação pela facilidade em ser transportada, até mesmo por um caminhão trucado, que possui um eixo na frente e dois atrás. 

CX180C - O modelo imediatamente superior ao de 13 toneladas é a CX180C, com peso operacional de 17.815 kg e motor de 119,6 HP, que se encaixa nas demandas do mercado de aluguel por sua versatilidade, e em algumas aplicações feitas por escavadeiras de 20 toneladas, como a colheita florestal. Nesta aplicação, a escavadeira de 18 toneladas é preferida quando a colheita é feita precocemente ou no corte seletivo, pois apresenta melhor custo/benefício. 

CX220C Série 2 - As escavadeiras hidráulicas na faixa de 20 toneladas detêm a metade do mercado brasileiro no segmento pela versatilidade. A CX220C Série 2, de 23.774 kg e motor FPT Industrial de 147,8 HP, possui excelente desempenho e produtividade, operando tanto em serviços leves quanto em minerações e escavações de médio porte. Fazendo uma analogia a um jogo de cartas, a CX220C Série 2 é um trunfo nos segmentos em que se aplica uma escavadeira, pois substitui qualquer das demais, guardadas as devidas proporções. 

CX240C Mass Excavator - Para as aplicações onde o trabalho pesado é mais rotineiro, como nas minerações ou em uma extração de pedra, é indicada a CX240C Mass Excavator, com motor FPT Industrial de 147,8 HP e peso operacional de 24.917 kg. O modelo possui algumas similaridades com a CX220C Série 2, como o tamanho da máquina, a potência do motor e o torque. Mas, possui maior contrapeso, braço reduzido, além de caçamba maior e mais robusta, alcançando maior rendimento nessas operações. O modelo agrega a versatilidade operacional de uma escavadeira de porte médio e desempenho em aplicações extremamente pesadas. 

CX350C - O principal foco no desenvolvimento da CX350C é atender às necessidades das grandes construtoras e mineradoras. O modelo foi desenvolvido para aplicações em que o objetivo é a alta produção, como é o caso de construções e duplicações de rodovias, que exigem o carregamento de grande quantidade de caminhões. Possui motor de 268,2 HP e peso operacional de 38.201 kg. 

CX370C Mass Excavator - Com a mesma proposta das escavadeiras de grande porte que é alta produção, a CX370C Mass Excavator possui várias similaridades com o modelo CX350C, como potência e tamanho, mas com braços mais robustos e contrapesos maiores, que aumentam a capacidade de elevação e garantem maior produtividade em minerações e extrações pesadas. É equipada com motor de 268,2 HP e tem peso operacional de 38.574 kg.